Grupo Orzil -

Orzil nas redes

Ações desenvolvidas pelo Mapa são apresentadas na 44ª Expointer

Publicado em: 08/09/2021 - 11:56

Início » .EXECUTIVO » AGRICULTURA » CURSOS e EVENTOS » Notícias » Ações desenvolvidas pelo Mapa são apresentadas na 44ª Expointer

Estão presentes no estande equipes da Superintendência Federal de Agricultura, da Embrapa, da Conab e da Rede de Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária
Estande Mapa 3.jpg

Produtores rurais e visitantes podem conferir o estande do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no Pavilhão Internacional da 44ª Expointer, que acontece até o dia 12 de setembro, em Esteio (RS). O espaço conta com uma equipe de técnicos e pesquisadores do órgão federal com o objetivo de apresentar ao público da feira ações desenvolvidas pelo Mapa em todo país.

Estão presentes no estande equipes da Superintendência Federal de Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (SFA/RS), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e da Rede de Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária (Rede LFDA).

Depois de ocorrer de forma virtual, em 2020, a Expointer volta a receber o público seguindo todo os protocolos sanitários preventivos contra o coronavírus. “Essa retomada das feiras presenciais é importante para o agronegócio. O setor não parou e o Ministério da Agricultura também não parou. Então, a nossa presença na feira é também referência a essa continuidade do agronegócio”, ressalta a superintendente do Rio Grande do Sul, Helena Rugeri.

Febre Aftosa

No estande, a Rede LFDA mostra ao visitante a contribuição dos laboratórios federais na obtenção do status de zona livre de febre aftosa pelo Rio Grande do Sul e por outros territórios no Brasil, como também as ações que estão em andamento para tornar o país livre de febre aftosa sem vacinação até 2026.

Em um espaço com totens interativos, o público participa de uma imersão, que vai desde o final do século 19, quando a doença surgiu no país, até os dias atuais. No próprio celular, o visitante tem acesso a um áudio guia que narra a história da doença e, ao final, assiste um vídeo do processo de análise feito nos laboratórios da rede LFDA, recebimento da vacina e aplicação nos animais.

Em 2021, os estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Acre, Rondônia e partes do Amazonas e do Mato Grosso foram reconhecidos pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como zonas livres de febre aftosa sem vacinação. Uma conquista que eleva os padrões sanitários e abre possibilidades de alcance de novos mercados.

Para o coordenador do LFDA-RS, Fabiano Barreto, a Expointer é um importante momento de integração com diferentes setores da sociedade e uma oportunidade de prospecção de demandas e novas parcerias. “A participação na feira faz parte da estratégia de comunicação para divulgação das ações envolvendo a defesa agropecuária, tão importantes para nosso país”, afirma.

Pesquisa e mercado

A Embrapa mostra aos visitantes os resultados de seus trabalhos de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação (P&D) e de Transferência de Tecnologia. No estande, estão em exposição painéis com QR Code para que o público da feira possa acessar quatro vídeos sobre a relação da pecuária com o meio ambiente, com o bem-estar animal, com o desenvolvimento territorial e com a saúde humana.

O órgão vinculado ao Mapa também participa da feira de forma virtual, com uma série de 27 lives que integram a programação oficial do evento. Dentre os temas estão “Redução de desperdícios de frutas e hortaliças”, “Transformação digital na pecuária”, “Coinoculação em soja”, “sistemas produtivos em integração e de baixa emissão de carbono”, entre outros. Para saber mais sobre a participação da Embrapa na Expointer, acesse: https://www.embrapa.br/expointer .

Técnicos da Conab também estão no estande para fornecer informações sobre levantamento e avaliação das safras brasileiras de grãos, fibras, café e cana-de-açúcar, e programas do governo federal operacionalizados pela Companhia, como o Programa de Alimenta Brasil (PAB), por meio do qual o poder público compra alimentos produzidos por agricultores familiares e entrega para a rede socioassistencial, e o Programa Garantia de Preços Mínimos (PGPM), que visa diminuir oscilações na renda dos produtores rurais.

Agricultura Familiar

Pavilhão da Agricultura Familiar.jpeg

Na 44ª Expointer, o visitante não pode deixar de visitar o Pavilhão da Agricultura Familiar, organizado pelo Mapa em parceria com a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS), Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar da Região Sul (Fetraf-RS), Emater-RS-Ascar e Via Campesina.

Nos mais de sete mil metros quadrados, 228 expositores, distribuídos em 210 estandes estão comercializando queijos, polpas, mel, vinhos e espumantes, plantas, artesanato e outros produtos.

Para garantir a segurança de visitantes e trabalhadores, a Expointer deste ano tem presença de público limitada a 15 mil visitantes por dia, que terão que cumprir protocolos de saúde, como o uso de máscara obrigatório. A feira conta com pontos de higienização com dispensers de álcool gel e lavatórios de mãos, além de monitores orientando sobre uso da máscara e ajudando a verificar o cumprimento das regras sanitárias.

A abertura oficial do Pavilhão da Agricultura Familiar, foi realizada nesta terça-feira (7) com a presença de autoridades do estado e representantes de entidades do setor agrícola. Estiveram presentes o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; a secretária Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti, e a superintendente Federal de Agricultura no Rio Grande do Sul, Helena Rugeri.

44ª Expointer
Data: 4 a 12 de setembro de 2021
Horário: 8h às 20h
Local: Parque de Exposição Assis Brasil – Esteio (RS)

fonte MAPA