Grupo Orzil -
16 anos de história e transformação
+ de 1.000 cursos realizados
+ de 20.000 alunos capacitados
+ de 3.000 instituições clientes

Orzil nas redes

Jogos Escolares Brasileiros 2021 poderão contar com público

Publicado em: 21/10/2021 - 19:30

Início » .EXECUTIVO » CIDADANIA » Notícias » Jogos Escolares Brasileiros 2021 poderão contar com público

Decisão está amparada por decreto da Prefeitura do Rio de Janeiro, desde que os interessados em acompanhar os Jogos Escolares Brasileiros de perto tenham completado o esquema vacinal

21102021_parque_olimpico1150.jpg

Parque Olímpico da Barra vai receber 15 das 17 modalidades em disputa nos JEB’s. Foto: Gabriel Heusi/rededoesporte.gov.br

Os Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s 2021, que têm início no dia 29 de outubro no Rio de Janeiro e se encerram em 5 de novembro, poderão ser disputados com a presença de público. A competição, aberta a estudantes de 12 a 14 anos, e que retorna este ano ao calendário escolar após 17 anos sem ser realizada, terá mais de 5 mil estudantes das 27 unidades da Federação.

Além de pais, familiares e amigos dos participantes, os estudantes que não disputam os JEB’s poderão vê-lo de perto. Isso se torna um elemento a mais de motivação para que aqueles que não participam desta edição possam se planejar para treinar alguma modalidade com o objetivo de estarem nas próximas”

Marcelo Magalhães, secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania

A decisão de que as competições das 17 modalidades poderão ser acompanhadas de perto pelo público está amparada por decreto publicado pela Prefeitura da Cidade do Rio de janeiro no último dia 17 de outubro.

“Fica autorizada a realização de competições esportivas com presença de público em estádios e ginásios, com esquema vacinal completo de todos os presentes, respeitada a lotação de 50% da capacidade do ambiente”, determina o decreto publicado no Diário Oficial.

Assim, para ter acesso às arenas do Parque Olímpico da Barra, onde serão disputadas a maior parte das modalidades, será necessário a apresentação da carteira de vacinação de acordo com protocolo sanitário estipulado pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

Por “esquema vacinal completo” entende-se o grupo formado por idosos acima de 60 anos que já tenham tomado a dose de reforço da vacina contra a Covid-19, após 14 dias da aplicação, e por pessoas entre 15 e 59 anos, de acordo com o calendário de vacinação (primeira dose, segunda dose ou dose única), também após duas semanas desde a vacinação.

“O fato de a presença de público nas arenas estar autorizada contribui ainda mais para o sucesso do evento”, avalia o secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães. “Além de pais, familiares e amigos dos participantes, os estudantes que não disputam os JEB’s poderão vê-lo de perto. Isso se torna um elemento a mais de motivação para que aqueles que não participam desta edição possam se planejar para treinar alguma modalidade com o objetivo de estarem nas próximas”, completa o secretário.

Para o ano que vem, os JEB’s serão classificatórios para os Jogos Sul-Americanos Escolares, que serão disputados em 2022 no Brasil. Em 2023, os Jogos Mundiais Escolares Sub-15 também serão disputados no Rio de Janeiro.

Parque Olímpico

Os JEB’s terão disputas oficiais em 17 modalidades: atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, vôlei, vôlei de praia, natação, tênis de mesa, xadrez, caratê, wrestling, ginástica artística, ginástica rítmica, badminton, ciclismo e taekwondo. Além disso, o evento contará com disputas de skate, escalada, dança, curling e polo aquático como modalidades demonstrativas.

Quinze das 17 modalidades vão utilizar a estrutura do Parque Olímpico, incluindo as arenas sob gestão do Governo Federal: Arenas Cariocas 1 e 2, Velódromo e Centro Olímpico da Tênis. Também serão utilizadas, no Parque Olímpico, a Arena Carioca 3, o Complexo Aquático Maria Lenk e instalações temporárias nas áreas comuns do parque.

As provas de atletismo serão no Cefan, instituição da Marinha do Brasil reformada para os Jogos Rio 2016, e o basquete terá como palco a Arena da Juventude, no Complexo Olímpico de Deodoro, também reformado e utilizado nos Jogos Rio 2016, atualmente sob gestão do Exército Brasileiro.

Os Jogos Escolares Brasileiros são organizados pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), em parceria com a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, e contam com o apoio da Federação de Esportes Estudantis do Rio de Janeiro (FEERJ).

fonte: Diretoria de Comunicação – Ministério da Cidadania