Grupo Orzil - Programa Criança Feliz

Orzil nas redes

Ministério vai disponibilizar curso para profissionais do Programa Criança Feliz

Publicado em: 15/07/2021 - 21:20

Início » . PROGRAMAS DE GOVERNO » .EXECUTIVO » CURSOS e EVENTOS » DIREITOS HUMANOS » Notícias » Ministério vai disponibilizar curso para profissionais do Programa Criança Feliz

A iniciativa receberá o investimento de R$ 195 mil. O objetivo é preparar os agentes para identificar situações de violência

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) finalizou o processo de contratação da empresa que vai desenvolver um curso à distância para gestores, coordenadores e visitadores do Programa Criança Feliz, executado pelo Ministério da Cidadania. A capacitação tem o objetivo de ajudar os profissionais na identificação de situações de violência, como o tratamento cruel ou degradante, negligências, entre outros. O investimento será de R$ 195 mil e deverá ser executado em até sete meses.

Segundo o secretário nacional dos direitos da criança e do adolescente do MMFDH, Maurício Cunha, é necessário contar com a participação de diversos atores para que as crianças tenham seus direitos garantidos. “A capacitação qualificará ainda mais a atuação profissional dos visitadores e supervisores, representando o fortalecimento da rede de proteção às crianças nesta primeira fase da vida”, apontou o secretário.

O conhecimento sobre o Sistema de Garantia de Direitos e o incentivo ao uso do Disque 100 como ferramenta de prevenção e enfrentamento de toda e qualquer violência contra crianças na primeira infância também deverão ser abordados.

Sobre o programa

O programa Criança Feliz é uma iniciativa do Governo Federal, de caráter intersetorial, que tem por finalidade promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância.

O público prioritário da política pública são gestantes, crianças de até três anos de idade e suas famílias beneficiárias do Bolsa Família; crianças de até seis anos de idade e suas famílias beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC); e crianças de até seis anos de idade afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida de proteção.

A principal ação do programa é a realização de visitas domiciliares. O programa está em mais de 2,9 mil municípios em todo o país.

Para dúvidas e mais informações:
[email protected]

Atendimento exclusivo à imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MMFDH
(61) 99558-9277