Grupo Orzil -

Orzil nas redes

Sapiens 2.0: AGU inicia maior processo de capacitação de sua história

Publicado em: 25/01/2021 - 20:01

Início » .JUDICIÁRIO » AGU » CURSOS e EVENTOS » Notícias » Sapiens 2.0: AGU inicia maior processo de capacitação de sua história

16 mil membros, servidores, terceirizados e estagiários serão treinados para utilizar novo Sistema de Inteligência Jurídica da instituição.

A Advocacia-Geral da União deu início ao processo de treinamento para capacitar membros, servidores, terceirizados e estagiários a utilizarem o Sapiens 2.0, a nova versão do Sistema de Inteligência Jurídica da AGU. Será o maior treinamento da história da instituição, que envolverá todos os 16 mil colaboradores internos da Advocacia-Geral. Na tarde desta segunda-feira (25) foi realizada uma live para detalhar como será feita a capacitação.

O treinamento começará em formato piloto para os colaboradores do Departamento de Gestão Estratégica (DGE) e da Escola da AGU (EAGU). Ele será totalmente online e terá duração de duas semanas. Cada um dos participantes receberá um e-mail com o comunicado de que a capacitação já está disponível e o link de acesso para a sala de treinamento no Ambiente Virtual de Aprendizagem da EAGU.

A capacitação é composta por tutoriais em vídeo, que estão sistematizados por temas, sendo cada tema subdividido em funcionalidades. O treinamento é em formato autoinstrucional, ou seja, o aluno é responsável por sua própria aprendizagem, sem a necessidade de acompanhamento de um tutor/professor.

Momento histórico

O Diretor do Departamento de Gestão Estratégica, Caio Castelliano de Vasconcelos, que participou da live, destacou que o Sapiens 2.0 é o maior projeto em andamento na AGU e que o início do treinamento é um momento histórico para a instituição. “Iniciamos o maior treinamento da história da AGU. Até hoje, a Advocacia-Geral nunca havia passado por um programa de capacitação envolvendo cada um de seus membros, servidores, terceirizados e estagiários”, salientou.

Caio Castelliano ressaltou que foi realizado um grande esforço ao longo dos últimos meses para preparar o material de aprendizado, conduzido pelo DGE e pela EAGU. Ele lembrou que a elaboração do treinamento também contou com a participação e o envolvimento de todos os órgãos da instituição.

As capacitações serão divididas em módulos e realizadas pela plataforma Moodle. O colaborador assistirá a um conjunto de vídeo-aulas e depois poderá usar o ambiente de homologação para treinar as suas habilidades. Serão seis módulos de treinamento no total. Mas o início da capacitação será pelo módulo Administrativo.

O Diretor da EAGU, Danilo Barbosa de Sant’anna, participou da live e também enfatizou que o treinamento do Sapiens 2.0 é uma iniciativa histórica. “Histórica por várias razões: pelo alcance dessa capacitação, pela importância do sistema Sapiens 2.0 e por possibilitar que a Escola da AGU marque de fato a sua função de parceira de todos os usuários do órgão”, afirmou.

O Procurador Federal Eduardo Alexandre Lang, um dos autores do Sapiens junto com o Procurador Federal Mauro Lucio Baioneta Nogueira, fez uma breve apresentação do Sapiens 2.0 e ressaltou que os principais conceitos do Sapiens 1.0 estão presentes na versão 2.0. “A mudança foi feita na linha mestra de ampliar o conforto do usuário. A ideia foi deixar o sistema muito mais simples do que era no Sapiens 1.0”, frisou.

Avanços

O Sapiens 2.0 traz novos e avançados recursos de apoio à produção de conteúdo jurídico e de controle de fluxos administrativos e processuais. Ao todo, são mais de 100 mil usuários do sistema entre internos e externos. O Sapiens 2.0 será implantado ao longo do primeiro semestre de 2021 e se tornará a plataforma tecnológica utilizada por toda a advocacia pública brasileira.

 

Um dos principais avanços do novo sistema é sua nova e moderna interface, que facilita o controle de demandas, a pesquisa e a obtenção das informações. Criada de acordo com os conceitos de Material Design do Google, essa interface foi construída com base na experiência do usuário, é intuitiva e focada na simplicidade.

Além da nova interface focada na simplicidade, o Sapiens 2.0 possui total suporte para utilização em smartphones, tablets, notebooks e desktops com duas telas, e é compatível com todos os sistemas operacionais, inclusive iOS e Android.

Praticidade

O Sapiens 2.0 também oferece mais praticidade ao permitir que a assinatura dos documentos seja feita por simples registro de usuário e senha. Com isso, é possível receber as tarefas, lançar atividades e, em alguns casos, fazer o peticionamento eletrônico junto ao Poder Judiciário sem a necessidade do uso do token. O certificado em nuvem possibilita, ainda, que a assinatura digital seja feita utilizando o próprio smartphone, inclusive através de biometria.

A velocidade é outro diferencial do Sapiens 2.0. Ele é 70% mais rápido do que a versão anterior. Suas listas de carregamento infinito permitem um fluxo contínuo de operações, sem muitas telas ou idas e vindas para executar as tarefas, simplificando o trabalho dos usuários.

O Sapiens 2.0 reúne, ainda, diferentes soluções de inteligência artificial, trazendo novos algoritmos de compreensão da linguagem que vão melhorar a qualidade das sugestões feitas pelo sistema. Além disso, por meio de etiquetas inteligentes, o Sapiens 2.0 permite que os usuários cadastrem regras para que o sistema etiquete automaticamente suas tarefas e defina as ações para automatizar o trabalho, contribuindo para o aperfeiçoamento do processo de triagem.

Fonte: AGU