Em recurso, Câmara de Imbaú regulariza a prestação de contas do ano de 2014

Sessão da Câmara Municipal de Imbaú, na região dos ...

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná deu provimento ao Recurso de Revista interposto por José Ademilson Jangada, presidente da Câmara Municipal de Imbaú (Região dos Campos Gerais) em 2014. Ele questionou o Acórdão nº 58/17 da Primeira Câmara da corte, que havia julgado irregulares as contas do Legislativo municipal naquele exercício. Os motivos foram o atraso na entrega da prestação de contas e a ausência de dois documentos: balanço patrimonial e Relatório do Controle Interno.

Na decisão atacada, José Ademilson Jangada recebeu multa pela irregularidade das contas. Seu sucessor, o também vereador Wellington Lúcio de Jesus, recebeu duas multas: uma pelo atraso de 36 dias na entrega da prestação de contas e outra pelo atraso de 234 no envio dos dados do encerramento do exercício de 2014 ao Sistema de Informações Municipais – Acompanhamento Mensal (SIM-AM). O encaminhamento dessas informações ao TCE-PR, cujo prazo venceu em 2015, era de sua responsabilidade.

No recurso, Jangada alegou que a entrega dos dados do encerramento do exercício ao SIM-AM e a entrega da prestação de contas de 2014 eram de responsabilidade do seu sucessor. O ex-presidente da câmara também anexou ao recurso o balanço patrimonial que faltava na prestação de contas. A Coordenadoria de Gestão Municipal (CGM) do TCE-PR manifestou-se pelo provimento parcial do recurso. O Ministério Público de Contas do Estado do Paraná (MPC-PR) concordou com a instrução da unidade técnica.

O relator do processo, conselheiro Fabio Camargo, entende que a responsabilidade pela entrega das contas e dos dados do encerramento ao SIM-AM são de Wellington Lúcio de Jesus. Quanto à falta do Relatório do Controle Interno, o relator entendeu que não era motivo suficiente para a desaprovação das contas, tendo em vista que a CGM não encontrou nenhuma outra irregularidade material nas contas.

O conselheiro votou pelo provimento do recurso, julgando as contas regulares. A multa aplicada a José Ademilson Jangada foi afastada, mas as duas sanções financeiras aplicadas a Wellington Lúcio de Jesus foram mantidas. Os membros do Pleno do TCE-PR acompanharam, por unanimidade, o voto do relator, na sessão de 29 de maio. A nova decisão está expressa no Acórdão nº 1472/19 – Tribunal Pleno, publicado em 10 de junho, na edição nº 2.076 do Diário Eletrônico do TCE-PR (DETC). O trânsito em julgado do processo ocorreu em 5 de julho.

 

Serviço

Processo :150671/17
Acórdão nº1472/189- Tribunal Pleno
Assunto:Recurso de Revista
Entidade:Câmara Municipal de Imbaú
Interessado:José Ademilson Jangada e Wellington Lúcio de Jesus
Relator:Conselheiro Fabio de Souza Camargo

 

Autor: Diretoria de Comunicação SocialFonte: TCE/PR


Confira os nossos próximos Cursos Especiais

Entendendo a Nova Legislação de Convênios
Curso Completo com foco no Decreto nº 8.943, de 27.12.2016, e na Portaria Interministerial nº 424, de 30.12.2016: celebração, execução, fiscalização, prestação de contas e tomada de contas especial – TCE. Inclui a nova Portaria Interministerial nº 261, de 30 de maio de 2019; a Instrução Normativa nº 05, de 24 de junho de 2019; e Ata da Reunião Ordinária nº 02/2019 da Comissão Gestora do SICONV. Curso com Auditor Federal de Controle Externo do TCU.
29 e 30 de agosto de 2019 / Brasília - DF
Emendas Parlamentares
Confirmado
Curso Especial direcionado a proponentes, convenentes e concedentes: procedimentos para correta identificação, captação, formalização e execução de emendas. Inclui procedimentos para apresentação, registro e operacionalização das emendas parlamentares individuais de execução obrigatória, e prazos e procedimentos para a superação de impedimentos técnicos. Inclui a nova Portaria Interministerial nº 78, de 26.02.2019 – Operacionalização das Emendas; Comunicado SICONV nº 08, de 16.04.2019 – Adimplência/Inadimplência; Comunicado SICONV nº 14, de 7.06.2019 – Cronograma de Execução das Emendas Impositivas Bancada 2019 (RP7) e Emenda Constitucional nº 100, publicado em 27/06/2019 - Obrigatoriedade de execução da programação orçamentária.
27 e 28 de agosto de 2019 / Brasília - DF
 

Nossos Clientes
Portfólio de mais de 2.500 instituições clientes e mais de 9.000 alunos capacitados
Produtos Orzil
Kits distribuídos aos alunos: qualidade e produção exclusiva
Cursos Realizados
Veja as fotos dos cursos da Orzil
Nosso Livro
A Orzil produz e publica obras de formação e capacitação de profissionais de gestão de políticas públicas
Pendrive Orzil
Mais de 2.500 arquivos, distribuídos em 47 pastas, com material bibliográfico complementar
Cartão Fidelidade
Desde 2011, o Cartão Fidelidade para clientes especiais: clientes Orzil