Grupo Orzil -
16 anos de história e transformação
+ de 1.000 cursos realizados
+ de 20.000 alunos capacitados
+ de 3.000 instituições clientes

Orzil nas redes

Infraestrutura sustentável para o Mato Grosso do Sul

Publicado em: 09/10/2019 - 15:02

Início » GOVERNOS ESTADUAIS » Notícias » Infraestrutura sustentável para o Mato Grosso do Sul

 É a aposta da Sudeco com o Banco de Projetos da DPA/Sudeco para a região central do Brasil
 Assessoria de Comunicação

Senador Nelsinho Trad, o Superintendente da Sudeco, Nelson Fraga e o diretor de Implementação de Programas e de Gestão de Fundos da Sudeco, Raimundo Veloso.

Na tarde de ontem (8), o superintendente do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), Nelson Vieira Fraga Filho, esteve no gabinete do senador Nelsinho Trad (PSD-MS), líder da bancada do estado no Congresso Nacional, para apresentar o Banco de projetos institucionais para o biênio 2019-2020.

O Banco possui quatro frentes, Sudeco Fundiária, Sudeco Ambiental, Agropirâmide e Praças Inteligentes. Todas as frentes contemplam o PPA 2020, no Programa 2217, que trata do Desenvolvimento Regional Territorial e Urbano, cujo objetivo é estimular o desenvolvimento de territórios, cidades e regiões, ampliando a estruturação produtiva e urbana e a provisão de serviços públicos para a redução das desigualdades socioeconômicas. São kits de pavimentação, pontes metálicas, bueiros, módulos de tratamento de esgoto, caminhões coletores de lixo, planos diretores municipais, praças inteligentes, regularização fundiária, agropirâmides, biodigestores, centros comunitários, abatedouros municipais, cursos de capacitações e aquisições de equipamentos, projetos consoantes com o desenvolvimento sustentável previsto pela Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Esse é o desenvolvimento que a Sudeco quer levar para os municípios de Mato Grosso do Sul, e o Banco foi muito bem recepcionado pelo senador. Nelsinho Trad solicitou que o projeto fosse apresentado na reunião da bancada que está ocorrendo hoje (9), e Nelson Fraga designou o coordenador-geral de Articulação, Planos e Projetos Especiais, Carlos Henrique de Araujo Filho para a missão.