Grupo Orzil -

Orzil nas redes

Governo federal publica decreto que simplifica e padroniza gestão de cargos, funções e gratificações

Publicado em: 31/07/2021 - 11:39

Início » .EXECUTIVO » CONCURSOS E SELEÇÕES » ECONOMIA » LIDERANÇA E GESTÃO » Notícias » Governo federal publica decreto que simplifica e padroniza gestão de cargos, funções e gratificações

Iniciativa profissionaliza o serviço público e valoriza servidores de carreira

Foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (30/7) o Decreto nº 10.758/2021, que regulamenta a Medida Provisória nº 1.042/2021, fortalecendo a simplificação da gestão de cargos em comissão, funções de confiança e gratificações do Executivo federal. Com o redesenho das estruturas organizacionais e sem aumento de despesa, será possível melhorar a alocação dos recursos existentes e reforçar os critérios técnicos para ocupação de cargos e funções públicas.

Para que a Administração Pública federal avance cada vez mais na profissionalização da gestão em seus quadros de servidores em posições estratégicas, o Decreto regulamenta temas como os critérios gerais e específicos para ocupação de Cargos Comissionados Executivos (CCE) e em Funções Comissionadas Executivas (FCE), processo seletivo, aferição de requisitos e divulgação de perfis profissionais.

Uma das novidades para a atualização das estruturas organizacionais é que as denominações utilizadas para os cargos e funções poderão ser valer de maior quantidade de níveis de CCE e de FCE, oferecendo aos gestores maior flexibilidade quanto ao desenho de sua estrutura organizacional. Por exemplo, para o cargo de diretor de departamento, habitualmente se utiliza o cargo de Direção e Assessoramento Superior (DAS) ou a Função Comissionada do Poder Executivo (FCPE) de nível cinco. Com a nova norma, o cargo de diretor de departamento poderá ser preenchido com um leque mais abrangente de níveis de CCE e de FCE, que vai do nível 14 ao 16.

“Essa possibilidade aplica-se a diversos níveis hierárquicos, o que abre espaço para que os órgãos adaptem suas estruturas de acordo com suas necessidades, sem, contudo, aumentar os gastos”, explica o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital (SEDGG) do Ministério da Economia (ME), Caio Mario Paes de Andrade.

Todas as propostas de alteração das estruturas organizacionais devem observar o limite orçamentário, sem que haja aumento de despesa. “É importante frisar que as funções de confiança e gratificações exclusivas de servidores efetivos não poderão ser transformadas em cargos em comissão. Outra mudança que o Decreto traz se refere à criação de uma nova categoria para funções de confiança denominada Assessoramento Técnico Especializado, destinada a servidores efetivos que exerçam atividades que exigem conhecimentos técnicos específicos, caracterizados pelo nível de complexidade”, diz a secretária-adjunta de Gestão da SEDGG, Elise Gonçalves.

A nova categoria deverá absorver grande parte dos profissionais que ocupam hoje as Funções Comissionadas Técnicas (FCT) que, assim como os cargos de DAS, FCPE e Função Gratificada (FGR), serão extintas em 1º de abril de 2023. Segundo a MP nº 1.042/2021, após este período, grande parte dos atuais cargos em comissão e funções de confiança, de legislação antiga, deverão ser transformados nos novos CCE e FCE.

fonte ME


É a Orzil contribuindo para melhor desempenho das organizações e para o desenvolvimento sócio-econômico do País. (Cursos Siconv desde 2008)

Treinamentos atualizados conforme a nova Lei de Licitações nº 14.133, de 1º de abril de 2021 e Decreto nº 10.726, de 23 de junho de 2021.

Plataforma +BRASIL Completo – 5 dias/40h
(celebração, execução, acompanhamento / fiscalização e prestação de contas)

09 a 13 de Agosto de 2021 Confirmado! Últimas Vagas!
13 a 17 de Setembro de 2021 Confirmado! Últimas Vagas!
18 a 22 de Outubro de 2021 Confirmado!
25 a 29 de Outubro de 2021

22 a 26 de Novembro de 2021
13 a 17 de Dezembro de 2021
 08h00 às 17h00
 Carga Horária de 40 horas
Presencial em Brasília – DF (de R$ 4.480,00 por R$ 3.947,00)
Conteúdo Completo+

Curso Intensivo (5 dias de curso – 40 h/a). Ciclo completo de gestão das transferências voluntárias federais: celebração, execução, fiscalização e prestação de contas.

CURSOS ESPECIAIS COMPLEMENTARES: 
– Legislação de Convenios
– Emendas Parlamentares
– Captação de Recursos Federais
– Elaboração e Análise de Projetos e Plano de Trabalho
– Fiscalização e Acompanhamento de Convênios
– Prestação de Contas de Convênios – Fundamentos, Execução e Análise
– Tomada de Contas Especial (TCE) e a Nova Portaria 1.531/2021
Conteúdo e Inscrições Cursos Presenciais+   Conteúdo e Inscrições Cursos Online Ao Vivo+


Plataforma +BRASIL – Transferências Voluntárias de Obras e o novo Módulo Empresas

23 e 24 de setembro de 2021
29 e 30 de novembro de 2021
 08h00 às 17h00

 Carga Horária de 16 horas

Presencial em Brasília – DF (de R$ 3.180,00 por R$ 2.547,00)
Conteúdo Completo+
Online 100% Ao Vivo
(de R$ 1.720,00 por R$ 1.547,00)
Conteúdo Completo+

Curso avançado com foco no módulo de obras dos Convênios e Contratos de Repasse da Plataforma +Brasil.


Plataforma +BRASIL 1 (Proposta e Plano de Trabalho)

16 e 17 de agosto de 2021
11 e 12 de novembro 2021
 08h00 às 17h00
 Carga Horária de 16 horas
Online 100% Ao Vivo (de R$ 1.720,00 por R$ 1.547,00)
Conteúdo Completo+
Fase Inicial da celebração de Convênios (Proposta e Plano de Trabalho).

Plataforma +BRASIL 2 (Execução e Prestação de Contas)

19 e 20 de agosto de 2021
16 e 17 de novembro 2021
 08h00 às 17h00
 Carga Horária de 16 horas
Online 100% Ao Vivo  (de R$ 1.720,00 por R$ 1.547,00)
Conteúdo Completo+
Fases Intermediária e Final (Execução e Prestação de Contas de Convênios).

Apresentação dos Cursos:

Aula: Gerenciamento de Perfis na Plataforma +Brasil